domingo, 20 de julho de 2014

Campeão alagoano, Coruripe estreia na Série D diante do Jacuipense-BA

Jaelson Marcelino, Denílson, Edmar, Léo Maceió, Williams José e cia. têm a
missão de vencer e conduzir o Hulk ao caminho do acesso à Série C do Brasileiro

77
Depois de quase três meses do título estadual, o Hulk vai, enfim, disputar uma partida oficial. Coruripe e Jacuipense vão estrear na Série D do Campeonato Brasileiro neste domingo, às 16h, no Estádio Gérson Amaral. O jogo é válido pela primeira rodada do Grupo A3, que conta ainda com Central, Baraúnas e Campinense.
Mantendo a base do elenco campeão, a diretoria alviverde apostou na permanência do técnico Jaelson Marcelino para tentar alcançar o sonhado acesso à Série C do Brasileiro.
- Tudo para mim vai ser novidade, digo, poder estrear numa Série D como técnico. Como jogador eu já tive a chance de jogar, e agora ter a oportunidade de estrear na Série D como treinador é muito gratificante. Espero que a gente possa fazer uma boa campanha, sabemos que é uma competição muito difícil, mas vamos lutar para fazer uma boa estreia, conseguir a classificação e depois brigar pelo acesso. Sabemos que vai ser difícil, mas vamos lutar por isso – disse o debutante treinador.
Reforços também foram contratados. Os principais foram o atacante Denílson, o meia Edmar, ambos ex-CRB, e o volante Léo Maceió, que defendeu as cores do CSA no primeiro semestre deste ano.
Antonio Dib Moraes de Sousa (CBF/PI) apita a partida, sendo auxiliado por Bruno Cesar Chaves Vieira (CBF/PE) e Cleberson do Nascimento Leite (CBF/PE). Os ingressos para a estreia na Série D podem ser adquiridos na bilheteria do Gérson Amaral. Os bilhetes estão custando R$ 10,00 (R$ 5,00 meia-entrada).
Time: Jaelson não confirmou os titulares, mas não deve fugir da equipe que empatou com o ASA em amistoso preparatório. O Hulk deve entrar com: Batista; Chiquinho, Leandro, Willams José e George; Mazinho, Jair, Koffi e Aurélio; Ivan e Denílson.
HEADER quem esta fora 690 (Foto: Infoesporte)
Os atacantes Alexsandro e Alexandre estão lesionados e não vão para o jogo. Recém-contratado, o lateral Renatinho está regularizado, mas ainda precisa recondicionar o físico e, por isso, também foi vetado pela comissão técnica

Sob forte chuva, Coruripe realiza treino físico antes da estreia na Série D



Atividade foi comandada pelo preparador físico Rodrigo Albuquerque. O Hulk estreia na competição nacional no domingo, dia 20, contra o Jacuipense-BA

 02
Sem descanso. Nem mesmo a forte chuva que desabou em Coruripe na manhã desta quarta-feira foi capaz de desestimular os jogadores do Hulk, que encararam a água e o frio para treinar. E, estando a poucos dias da estreia na Série D do Campeonato Brasileiro, o ânimo não poderia ser diferente. A equipe enfrenta no domingo, a partir das 16h, o Jacuipense-BA. E para deixar os jogadores prontos para encarar a equipe baiana no fim de semana, o preparador físico Rodrigo Albuquerque comandou treino físico no Estádio Gerson Amaral.
Uma academia foi improvisada no gramado, e foi lá mesmo que a equipe se exercitou. Os jogadores levantaram peso, fizeram agachamento e correram em volta do campo. E entre brincadeiras e risadas mostraram que o clima era mesmo de descontração. O atacante Denilson destacou a união do grupo, e disse que nem mesmo a chuva seria capaz de atrapalhar a disposição do Verdão.
77
- Ah, aqui nós treinamos com chuva, sem chuva, com sol, sem sol. Não tem isso não, o importante é treinar. Ainda mais porque estamos próximos da estreia na Série D. E como vocês [imprensa] podem ver, o clima é muito legal entre nós jogadores. É uma equipe muito unida – comentou.
Embora o treino não tenha sido muito longo a preparação da equipe tem sido diária. Durante a atividade desta quarta-feira, o lateral-esquerdo Renatinho Carioca, ex-Baraúnas, foi apresentado.

Apresentado nesta quarta, Renatinho diz que maior motivação é o acesso



Ex-Baraúnas, lateral-esquerdo já defendeu as cores do Coruripe em 2013. Agora ele espera repetir o desempenho do ano passado e levar o Hulk à Série C do Brasileiro

Já em Coruripe, o mais novo contratado do Hulk foi apresentado na manhã desta quarta-feira. Renatinho Carioca, de 34 anos, foi anunciado na terça-feira, mas a diretoria do clube alviverde se apressou para apresentar o jogar à imprensa. O lateral-esquerdo, que estava no Baraúnas, já defendeu o time do Litoral Sul em 2013, e ele vibra com o retorno à equipe alagoana.
- Já passei por aqui, então é um clube que conheço bem. Já joguei com o Jaelson [técnico do clube] então é como estar em casa. É bom estar de volta, o grupo aqui é unido e isso é bom – comentou.
dsc00474

Peça importante na campanha do Coruripe em 2013, quando a equipe praiana conseguiu o acesso para a Primeira Divisão do Campeonato Alagoano, Renatinho destaca a contribuição que deu no ano passado, e já garantiu que empenho não vai faltar para ajudar o time a subir para a Série C do Brasileiro.
- A minha intenção é poder fazer um bom trabalho aqui. Sempre que vesti a camisa do Coruripe eu dei o máximo pro clube, tive algumas conquistas aqui, como o acesso. Acho que o clube tem uma grande tradição no futebol de Alagoas, é um time de massa e a intenção do Coruripe, de nós jogadores também, é colocar a equipe na Série C e Deus quiser vamos atingir esse objetivo.

Recém-contratado, Léo Maceió aposta em boa campanha do Hulk na Série D

Após três anos o Coruripe volta a disputar a Série D do Campeonato Brasileiro. O jogo de estreia será no domingo, contra o Jacuipense-BA. E as expectativas para o confronto são as melhores possíveis. Jogadores e comissão técnica contam os dias para a competição começar. O volante Léo Maceió, anunciado na última segunda-feira, compartilha da mesma ansiedade dos companheiros. No início da temporada ele defendeu o CSA, agora o atleta espera fazer uma boa campanha ao lado dos atuais campeões estaduais.
- As expectativas são as melhores. Chego em um grupo confiante, que acabou de ganhar um título estadual. Sem falar que é um clube bastante organizado, então espero que possamos fazer um belíssimo campeonato nesta Série D e conseguir o acesso à Série C .
Confiante
Léo Maceió acredita que o Coruripe tem tudo para fazer uma boa campanha na Série D, e ele destaca que uma vitória logo na estreia dará a confiança necessária ao time. Lembrou ainda que o Hulk joga em casa, e que portanto, a equipe precisa aproveitar a vantagem. O volante falou também sobre o primeiro adversário na competição, o Jacuipense-BA.
- Espero que possamos iniciar bem, até porque essa competição é curta e temos que aproveitar o fato da nossa estreia ser em casa para conseguir nossa primeira vitória. Em relação ao nosso adversário, não o conhecemos, mas a comissão técnica já está buscando informações para nos passar e também para não correr o risco de sermos surpreendidos – concluiu.
A partida com a equipe baiana será às 16h, no Gerson Amaral. Além do Jacuipense, o Coruripe enfrenta ainda pelo Grupo 3 o Central-PE, o Campinense-PB e o Baraúnas-RN.

Jaelson destaca a importância do Coruripe estrear em casa na Série D



Campeão alagoano enfrenta o Jacuipense-BA no próximo domingo (20), em Coruripe

No dia 20 o Coruripe estreia na Série D do Campeonato Brasileiro, e de cara enfrenta o Jacuipense-BA. A partida será disputada no estádio Gerson Amaral, em Coruripe, o que para o técnico Jaelson Marcelino, já é uma vantagem. A última vez que os torcedores do Verdão viram o Hulk jogar em uma competição foi na final do Campeonato Alagoano, em abril, desde então, a torcida só acompanhou a equipe durante jogos-treino e amistoso. O treinador alviverde espera poder ver o estádio lotado no próximo domingo.
10258754_671506389552817_1424508592771933187_n
- O apoio da torcida é muito importante. Jogar em casa e ter o apoio da nossa torcida nem se fala, vai fazer toda a diferença. Queremos poder dar alegria ao nosso torcedor, e nada melhor do que uma vitória logo na estreia da competição – comentou.
E não é só Jaelson que pensa assim. O supervisor do clube, Erivaldo Domício, não só concorda com o técnico como lembra que, jogar em casa alivia o desgaste de uma viagem, e que portanto, a equipe joga mais “inteira”.
- A gente sabe que viagem desgasta muita a equipe, então jogar em casa tem essa vantagem também. Quando o jogo é em casa os jogadores ficam concentrados aqui e é muito melhor. Então temos que aproveitar essa vantagem e também que teremos o apoio da nossa torcida, que vai sem dúvida botar a nossa equipe para frente. Temos agora só que fazer o dever de casa.
As duas equipes se enfrentam às 16h. No Grupo 3, o Coruripe enfrenta, além do Jacuipense, o  Central-PE, o Campinense-PB e o Baraúnas-RN.

Denílson elogia elenco do Coruripe e acredita no acesso: “Vamos brigar”

Atacante estreou com a camisa alviverde no amistoso com o ASA na quinta-feira

Contratado para ser a referência do Coruripe no Campeonato Brasileiro da Série D, o atacante Denílson, ex-CRB, não esconde a empolgação pelo trabalho que vem sendo desenvolvido no time do Litoral Sul. Em fase de preparação para a estreia no Brasileirão, o atacante fez elogios ao elenco do Hulk e declarou que o time vai entrar forte na competição. Para ele, a sua experiência aliada ao objetivo do grupo são bons ingredientes para brigar pelo acesso à Série C.
- A Série D é um campeonato nacional e é uma competição bem diferente. Com a experiência que eu tenho, vou tentar ajudar o grupo, que está demonstrando vontade e focado no mesmo objetivo. O Coruripe tem um elenco muito bom e o Jaelson vem desempenhando um trabalho excelente. Com isso eu tenho certeza que vamos fazer uma grande Série D e vamos entrar para brigar pelo acesso.
Denílson revelou não conhecer muita coisa sobre o adversário da estreia, o Jacuipense, mas garantiu que o grupo vai em busca de informações para não ser surpreendido logo na primeira rodada.
Mesmo sendo baiano, eu nunca joguei contra o Jacuipense e não tenho informações. Mas nós vamos buscar saber como joga o time e o Jaelson também vai nos passar as informações. Acredito que não deve ser uma equipe muito diferente das outras que nós vamos enfrentar. Nós sabemos que a Série D é uma competição muito difícil, até porque não tem mais bobo no futebol e nós não podemos ser surpreendidos.
Na abertura da Série D, o Coruripe recebe o Jacuipense, dia 20, às 16h, no Gerson Amaral. Além do time baiano, o Hulk divide o Grupo A3 com o Central, o Baraúnas e o Campinense.

Atacante do Coruripe sofre torção no joelho durante amistoso e preocupa



Alexsandro, que já teve problema no joelho direito, será submetido a exames

O atacante Alexsandro sofreu uma torção no joelho esquerdo durante jogo amistoso com o ASA na quinta-feira à noite. O jogador, que substituiu Denílson no segundo tempo de jogo, não ficou nem vinte minutos em campo. Após uma divida, caiu no gramado, e com semblante de dor precisou ser substituído. A situação preocupa a equipe médica, principalmente porque o atleta já passou por uma lesão no joelho direito quando defendia o Murici.
dsc09272
Da noite de quinta para sexta Alexsandro recebeu tratamento médico, foi submetido a sessões de crioterapia [com gelo] para diminuir a dor e o inchaço da pancada. No período da tarde o atleta vai passar por uma avaliação física e, se necessário, por uma ressonância magnética. O médico do clube, Márcio Roberto Júnior, explica que ainda é cedo para fazer previsões. No dia 20 o Coruripe enfrenta o Jacuipense-BA, na estreia da Série D do Campeonato Brasileiro, até lá, o futuro do atacante é incerto.
- O Alexsandro deixou o gramado sentindo muita dor, mas ele já está passando pela crioterapia, e hoje pela manhã já reclamou menos de dor. Agora à tarde ele vai passar por uma avaliação física e se for necessário faremos exames de imagens. Mas ainda é cedo para fazer qualquer prognóstico – explicou.
Coruripe e ASA empataram por 1 a 1. Aurélio abriu o placar para o Hulk, e Wanderson descontou para os alvinegros. Mais cedo, os jogadores que não participaram do confronto com a equipe arapiraquense golearam a Seleção Coruripense por 4 a 0, também no Gérson Amaral.